areia

“… De todos que me beijaram,
de todos que me abraçaram,
já não me lembro, nem sei!
São tantos os que  me amaram, são tantos os  que eu amei…
Mas tu, que rude contraste,
tu que jamais me beijaste, tu que jamais abracei,
só tu nesta alma ficaste de todos os que eu amei”

* Paulo Setúbal *

Anúncios